header image
Adicionar aos Favoritos !!
HOME
PESQUISAR
Receitas de A a Z
ENTRADAS
- Biscoitinhos
- Canapés e Aperitivos
- Musses Salgados
- Ovos
- Salgadinhos
- Torradas
SALADAS
- Saladas Variadas
PRATOS PRINCIPAIS
- Aves
- Carnes
- Massas e Tortas Salgadas
- Peixes e Frutos do Mar
- Vegetarianos
SOBREMESAS
- Bolos e Tortas
- Bombons
- Doces e Compotas
- Doces Típicos
- Docinhos
- Trufas
- Frutas
- Gelatinas
- Musses e Cremes Doces
- Pavês e Pudins
- Sorvetes e Sorbets
- Suspiros
ACOMPANHAMENTOS
- Abóboras
- Cogumelos
- Grãos e Leguminosas
- Legumes e Frutas
- Raízes, Bulbos e Caules
- Talos e Brotos
SOPAS E CALDOS
- Caldos
- Sopas Claras
- Sopas Cremes
COZINHA AO AR LIVRE
- Churrascos
- Piqueniques
PÃES
- Pães Doces
LANCHES
- Biscoitos e Pipocas
- Cupcakes
- Panquecas e Recheios
- Sanduíches e Sucos
COZINHA TEMÁTICA
- Casamento
- Dia das Crianças
- Dia das Mães
- Dia dos Namorados
- Festa Junina
- Halloween
- Páscoa
COZINHE BRINCANDO
- Caça Palavras
- Dê As Cartas
                                                                        

HOME arrow Salgadinhos arrow Pastel Frito de Frango

Pastel Frito de Frango Imprimir
receita de pastel frito de frango

Ingredientes para o recheio

1 kg de peito de frango sem pele e sem osso (filé de frango)
1 lata pequena de molho de tomate peneirado
1 cubo de caldo de galinha
2 colheres de sopa de maizena

file de frango


molho de tomate peneirado


caldo concentrado

maizena


branco


branco

Sugestão de outros ingredientes para tornar o recheio mais saboroso e colorido

Azeitonas verdes picadas
Cenoura picadinha e pré-cozida
Milho
Ervilhas

azeitona verde sem caroço


cenoura


ovo cozido

milho verde


ervilha em conserva


branco

Ingredientes para a massa

1 kg de farinha de trigo
2 ovos
4 colheres de sopa de manteiga
2 xícaras de leite
1 colher de sobremesa de sal
1 colher de sobremesa de fermento em pó
1 lata de óleo para fritar

farinha de trigo

ovo de galinha


manteiga

leite


sal marinho refinado


fermento quimico em pó

oleo vegetal


branco


branco

 

 

Modo de fazer

Atenção: Lavar carnes, aves e peixes antes de prepará-los não é recomendado por instituições sanitárias por poder causar contaminações cruzadas. Ou seja, os respingos decorrentes da lavagem podem vir a contaminar outros alimentos preparados e/ou utensílios culinários. Para evitar possíveis contaminações lave bem as mãos antes e depois de manusear esses alimentos e cozinhe-os em temperatura acima de 74°C.

Prepare o frango: Lave cada pedaço de frango em água corrente e fria, se desejar. Coloque-os numa panela de pressão e depois encha-a de água até quase cobrir o último pedaço. Quebre o caldo de galinha em 4 pedaçinhos e ponha um em cada canto da panela. Feche-a conforme as instruções do fabricante e ponha em fogo alto para cozinhar. Quando começar a fazer ruído e vapor, abaixe o fogo. O tempo total de cozimento deve ser de 25 minutos. Depois disso retire-a do fogo. Ponha a panela na pia em baixo de um fio de água fria para resfriá-la mais rápido ou deixe que esfrie normalmente para poder abrí-la. Vai notar que a gordura da galinha se separa após o cozimento e esta não deve ser usada no recheio. Com a ajuda de dois garfos pegue cada pedaço, separe a gordura e leve para outra panela. À medida que fôr transferindo-os, aproveite que ainda estão quentes e desfie-os com os garfos. A carne vai estar macia e praticamente se desmanchando. A água que cozinhou o frango deve ser aproveitada no recheio, pois esta tem o caldo do frango e os temperos. Coe-a com uma peneira para retirar os pedacinhos de gordura cozidos e reserve.

Prepare o recheio: Depois de desfiar todo o frango jogue parte da água reservada por cima. Uma quantidade somente para dar liga ao recheio, que não deverá ficar mole demais. Comece com um pouco e acrescente mais aos poucos se achar necessário tornar o recheio mais cremoso. Acrescente o molho de tomate e a maizena diluída em um pouquinho dessa água. Junte também os outros ingredientes sugeridos ou de sua preferência, para tornar o recheio mais saboroso e colorido, com excessão do requeijão catupiry. Ponha a panela em fogo brando e mexa até engrossar.

maizena diluídaDICA: A maizena deve ser sempre diluída antes, pois se fôr adicionada diretamente no próprio recheio ela vai cozinhar rapidamente e formar ¨bolinhas¨ sem engrossá-lo.

Esse recheio pode ser usado para empadões, risoles, massas folhadas, empadinhas, barquetes, panquecas, pastéis, tortas salgadas e etc... Basta apenas diminuir ou aumentar a quantidade de água para se ter um recheio mais ou menos cremoso.

Prepare a massa: Em uma tigela grande misture a farinha de trigo com o sal e o fermento. Depois acrescente os ovos ligeiramente batidos com um garfo, misture bem e junte a manteiga. Aos poucos vá acrescentando o leite e trabalhando a massa com as mãos até que fique macia e uniforme. Cubra a tigela com um pano de prato e deixe descansar por uns 20 minutos.

DICA: Para que a massa fique lisa e bem misturada é melhor usar as mãos, pois o calor delas ajuda a manteiga a derreter um pouco e se misturar mais fácil e rapidamente à farinha.

Abra a massa: Com a ajuda de um rolo de pastel abra a massa bem fininha em cima de uma superfície lisa e um pouco enfarinhada para não grudar. Pode usar também uma máquina manual de macarrão, pois facilita muito o trabalho e é possível conseguir massas bem fininhas.

Prepare os pastéis:fechando pastel com um garfo
Formato meia lua: Corte círculos na massa com a ajuda de uma xícara grande se quiser fazer pastéis no formato de meia lua. Espere o recheio esfriar e ponha um pouco no centro. Dobre o círculo ao meio e com um garfo aperte toda a emenda para evitar que o pastel se abra ao fritar.

Formato quadrado: Se preferir fazer pastéis quadrados ou retangulares, basta apenas abrir a massa formando uma larga tira, depois faça vários montinhos de recheio ao longo de um dos lados da tira de massa já aberta e dobre-a ao meio fechando os pastéis. Tome o cuidado de passar o dedo molhado (pode usar um pincel de cozinha também) onde irá fazer os cortes. Corte os pastéis com a ajuda de um cortador de pastel. Nesse caso não é necessário usar o garfo para apertar as bordas. Independente do formato que escolher, se fôr utilizar o requeijão catupiry, ele deve ser acrescentado na hora em que estiver recheando os pastéis.

DICA: Quanto mais fina a massa, mais delicada para trabalhar fica, porém mais leve ao paladar. Massas abertas muito grossas acabam deixando os salgados muito "massudos".

Para grudar bem as bordas da massa passe o dedo molhado antes de apertar.

Frite os pastéis: Em uma panela larga e funda ponha o óleo para aquecer, deixe esquentar bem e só então coloque os pastéis um a um com cuidado com o auxílio de uma escumadeira para evitar queimaduras. Lembre-se que eles incham e ocupam mais espaço na panela ao serem fritos. Eles estarão prontos quando estiverem douradinhos. Deixe escorrer em um prato forrado com papéis toalha. Sirva quente.

DICA: Para verificar se o óleo já está na temperatura adequada, ponha um palito de fósforo dentro da panela. Ele irá ascender quando estiver bem quente, depois retire-o.

Somente frite salgados que estejam em temperatura ambiente. Se estiverem congelados eles irão se partir comprometendo seu sabor, textura e aparência.

 

Utensílios para ajudar no preparo

balança de cozinha


medida padrão para colher


medida padrão para xícara


panela de pressão de teflon

panela de inox


moedor de pimentas


tijela grande de vidro


rolo para abrir massas

maquina para abrir massa


rolete para cortar massa


escumadeira


papel toalha

palito de fosforo


 


branco


 

RENDIMENTO: 25 unidades médias.

Créditos das fotos



Copyright © 2007 - Todos direitos reservados a Kerdna Produção Editorial Ltda.
Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização.